PROBLEMAS COM ILUMINAÇÃO PÚBLICA? Abrir um chamado Consultar protocolo

BHIP é matéria na revista Prefeitos & Gestões.


14 de novembro

“BHIP é a primeira PPP de iluminação pública a entrar em operação, em uma capital de estado.”

Quando assumiu a gestão da iluminação pública da Prefeitura de Belo Horizonte, em 2016, em regime de Parceria Público-Privada-PPP, por 20 anos, a BH Iluminação Pública-BHIP tinha como principais objetivos a modernização integral dos 182 mil pontos de iluminação da cidade, em até três anos, atendendo os padrões da Norma Brasileira de Iluminação Pública (NBR 5101); a implantação do sistema de telegestão nas vias classificadas como V1 e V2, contemplando cerca de 30 mil pontos; a implantação de iluminação de destaque em treze locais notórios do município; a redução da carga instalada em no mínimo 45% (eficientização); e a efetivação da manutenção do parque convencional e modernizado, garantindo taxa máxima de falha de 1% ao mês.

Marcelo Menegatto – Diretor de Engenharia e Tecnologia da BHIP

No período que antecedeu o início da modernização, “realizamos uma pesquisa exaustiva das tecnologias existentes e dos fornecedores de soluções para o sistema de telegestão”, conta o Diretor de Engenharia e Tecnologia da BHIP, Marcelo Menegatto. Logo em seguida, foi realizado um projeto piloto com cinco fornecedores e, após análise multicritérial dos resultados, foi decidido pela tecnologia que apresentou melhor desempenho dentro dos requisitos considerados fundamentais, para esse tipo de solução, dentre eles: protocolo aberto, capacidade de cobertura do parque, largura de banda e densidade de pontos, segurança e criptografia dos dados em todas as camadas de comunicação e, principalmente, dentro do contexto de cidades inteligentes, incorporar dispositivos e sensores, para a exploração de novos serviços, que possibilitem a geração de receitas acessórias.

 

Telegestão

As empresas fornecedoras de tecnologia de IP para os municípios estão aprimorando dia a dia tecnologias que facilitam o monitoramento de todos os pontos de luz de uma cidade. No caso de Belo Horizonte, explica Menegatto, “optamos por segmentar a prospecção de fornecedores de luminárias LED e telegestão de forma a incorporar as melhores opções de cada indústria, ao invés de adotarmos soluções unificadas. Dessa forma, desenvolvemos parceiros focados na melhor solução de luminárias LED, para as características das vias de Belo Horizonte, nos permitindo cumprir o desafio de modernizar o parque em até 3 anos, atendendo a Norma Brasileira de Iluminação Publica.” Para a telegestão, a BHIP adotou a tecnologia RFMesh, que analisa as grandezas elétricas das luminárias, inclusive o consumo efetivo de energia e atua prontamente, caso o sistema acuse alguma falha. Atualmente, os principais parceiros tecnológicos da BHIP são a Signify (Philips Lighting) no fornecimento de luminárias LED e Cisco/Logicalis na solução de telegestão.

 

Segurança

Outro fato importante, destaca Menegatto “foi o desenvolvimento do plano de modernização das vias, amplamente discutido e avaliado em conjunto com os representantes da prefeitura de Belo Horizonte. Foram priorizadas áreas de  menor renda e maior incidência de crimes, além das áreas periféricas do município, de forma a melhorar a qualidade da iluminação em locais onde geralmente as pessoas saem de suas casas antes do amanhecer e retornam quando já é a noite” Em onze meses de modernização a BHIP atingiu a marca de 60 mil luminárias LED instaladas e desde o inicio registrou diversas manifestações dos munícipes relatando a melhora expressiva na iluminação das vias, com reflexo no sentimento de segurança durante os deslocamentos noturnos.

 

Revista Prefeitos & Gestões – Edição Nº 58-2018

 


Mais notícias